quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Os Gatos



Os gatos espiam-nos através da poeira dos vidros,
antevendo o momento
em que eu ocupo o teu lugar.
Alheios aos seios fáceis que me ofereces,
à púbis sedosa que eu penetro,
à boca molhada faminta de beijos,
à cama quieta onde espalhamos os gestos.



Texto: Victor Gil
Fotografia: Pedro Gil



8 comentários:

Anónimo disse...

Gostei da lâmpada do cabeçalho! Ilumina o blog:)Penso que falta um "i" em visita.

peo Maluda disse...

penso, se penso... não sei. mas talvez o que estivesse a mais fosse a letra M na palavra Hajam... Bem-haja pela vista! Senão como veriamos fotografias que rimam?

Pedro Gil disse...

bem...o portugues n é o meu forte...se calhar vou deixar isso ao meu pai...hehe abraços

Victor Gil disse...

Se o primeiro anónimo só gostou da lâmpada, problema seu. Cada um tem o seu gosto.
Amigo Peo Maluda tem razão, sem vista como era possível ver as fotos e quanto a "vista" ou "visita", cada um interprete como quizer. Quanto ao Bem-Haja ou Bem-Hajam, tenho a dizer o seguinte:
A forma correcta, para se agradecer a alguém, é "bem haja".
Trata-se de uma forma de agradecimento, equivalente a "tenha tudo de bom".
"Bem haja" pode também surgir com hífen. No Dicionário Verbo Língua Portuguesa, surgem-nos estas duas entradas:

a) Bem haja! - locução interjectiva, fórmula de agradecimento.
Ex. Fez-me um grande favor, bem haja!

b) Bem-haja - nome masculino, sinónimo de obrigado.
Ex. A si dirijo-lhe o meu bem-haja.

Conclui-se que quando se trata de uma interjeição, um agradecimento em tom exclamativo, a expressão deve aparecer sem hífen e quando se trata de um nome composto por justaposição, surge ligada por hífen.

Bem haja é uma fórmula de agradecimento que aceita o plural. Ao dizermos "bem hajam" estamos a agradecer a várias pessoas, desejando-lhes que tenham tudo o que é bom.
Bem hajam por visitarem o meu blog!

O Português é mesmo "tramado".
O meu Bem Haja(m) [ou será Bem-Haja(m)]? pelos comentários.

Bichodeconta disse...

Assim se fala em bom Portugues..Beijinho, ell

Anónimo disse...

É mesmo, assim se fala o bom português!
É como aquela questão do 'obrigado' ou 'obrigada' que se pode dizer das duas maneira, conforme a pessoa a quem nos estamos dirigimos, se é na pessoa feminina ou masculino.
Hà quem entre em discussão, e teimam que só se pode dizer de uma maneira que é 'obrigado' e que a expressão 'obrigada' indica que uma pessoa foi obrigada a tal.

BAR DO BARDO disse...

com um fiapinho de sensualidade, excelente texto.

Marisa Queiroz disse...

Os gatos, assim como os pássaros, são demônios e anjos disfarçados. Enquanto o primeiro inspira nossa lascívia, o segundo,cantom em louvor ao amor. Gostei muito desse poema. Muito sensual. Obrigada pelas visitas e retribuo meu carinho e beijos, rsss...Marisa