terça-feira, 31 de março de 2009

A Espera


Um rosto perdido, a solidão da paragem,
a demora da tarde, a incerteza da vida.
Na pátria desigual, o gemido da aragem,
no olhar distante, a terra esquecida.

Os vidros listrados, as linhas direitas,
o corpo dobrado, as distâncias longínquas.
Aguardas no adro, o trilho que espreitas,
na nudez empedrada, as palavras usadas.

As botas cansadas, a gasta bengala,
arrojas espadas aos moinhos de vento.
Os olhos vigiam na tarde que embala
e a noite se acerca em remoto lamento.

Onde as sombras tristes escurecem os muros
e os velhos bancos gastos pelo tempo.



Texto: Victor Gil
Fotografia: Pedro Gil

29 comentários:

Regina Fernandes disse...

Passando para ler seus escritos.
Lindo! Beijo

Anónimo disse...

Desculpe minha intromissão, contudo não resisti e tentei - não com o mesmo êxito que o autor - recriar o fim do "soneto". De qualquer forma espero que não me tenham como um patife.



(As botas cansadas, a gasta bengala,
arrojadas espadas aos moinhos de vento.
Os olhos vigiam na tarde que embala

e na noite se acerca em remoto lamento,
a sombra tristíssima que ao muro cala
e o velho banco deteriorado de assento.)

José Carlos Brandão disse...

É-me muito caro o tema da espera. Parece que o homem vive de esperar. Não vive o presente, mas é um prolongamento do passado, e um voo para o futuro. O aqui e agora, não sabemos vivê-los. No fim restam-nos essas "sombras tristes" (não há sombras alegres, mas é preciso enfatizar que são tristes mesmo) que "escurecem os muros
e os velhos bancos gastos pelo tempo."
E talvez, afinal, não sejamos mais que sombras. Sombras tristes.

Um abraço amigo, Victor.
Teu José Carlos.

Tais Luso de Carvalho disse...

Não sei por que os poemas de intensa tristeza são os mais belos: será que só eu penso assim? Lendo ‘A Chegada’, ‘Sem Tempo’ e outros, fico mais sensível e passo a pensar em tantas coisas...
Apesar de tristes, são lindos!

Tenho de sair logo daqui,falta pouco para rolar uma lágrima.

Grande abraço.
Tais

BAR DO BARDO disse...

boa série de imagens descritivas...

Ana Martins disse...

Excelente Vitor, você escreve muito bem!

beijinhos,
Ana Martins

CANTACLARO disse...

Víctor,

Lamentos lejanos, coro de sufrimientos
luto eterno, noche sin luna
enfrentando la ausencia de recuerdos...

Besos,

Ana Lucía

Sonia Schmorantz disse...

Belo poema, combinar imagem e palavras também é uma arte.
Um abraço e lindo final de semana

Belkis disse...

Precioso contenido y preciosa foto. Gracias Víctor por estar.
Besos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO VITOR, EXCELENTE POEMA E FOTOS... SUBLIME AMIGO!!!
EU TAMBÉM TENHO UM BLOG DE POEMAS E SONETOS... SE GOSTAR DÊ UMA ESPREITADELA FICAREI FELIZ... A MORADA É ESTA QUE ESTOU A POSTAR NO TEU... BEIJINHOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

I AM MY disse...

Precisas palabras acompañando a preciosas fotos. Felicidades.

Un saludo,

glória disse...

esse compasso silêncio da espera! a imagem é eloquente, diz do estar só , mesmo que os passos tremulem, em plena via pública. muito belo! bj

Marisa Queiroz disse...

Oh, Victor, conseguiste colocar em versos toda desolação desta imagem fotográfica. Mui bela, ambas, embora com um quê de nostálgicas. Um beijo

Branca disse...

Belo poema, mas bem triste, como triste é a solidão, o abandono.
A imagem de desamparo capturada pela foto tá ilustrando perfeitamente suas palavras!


Boa Páscoa em família pra vc...bjo!

Sonia Schmorantz disse...

FELIZ PÁSCOA...CORAÇÃO RENOVADO NA FÉ E NA ESPERANÇA, É O QUE DESEJO A VOCÊ E À SUA FAMILIA.
UM ABRAÇO

Belkis disse...

Un saludo Victor

Ana Martins disse...

Agradeço e retribuo votos de Páscoa Feliz para si e todos os seus,

Ana Martins

Andradarte disse...

Agradeço os votos de Páscoa Feliz e retribuo em dobro. Tudo de bom para todos os seus.
Saiba que até aos 27 anos, vivi na
Covilhã.
Abraço

Angela Ladeiro disse...

Muito belas as fotos e osoneto.

M. Angel disse...

Hola Víctor Gil. Gracias por los comentarios dejas en mi blog, siempre es placer encontrar nuevos amigos.
Los comentarios a tus poesías me gustaría hacerlos, pero nada se de portugués,y si comentara no lo haría con criterio.
También intento ponerte en mi blog de favoritos y no se como hacer. Seguiré intentando.


Felices Pascuas para ti y todos los tuyos.
Saludo sincero.
M. Angel

Ana disse...

Obrigada pelo votos de boa Páscoa.
Boa Páscoa para vocês e continuação do bom trabalho.

Regina Fernandes disse...

Uma Páscoa feliz e abençoada para você e todos os seus.
Beijo

Paco Bailac disse...

Efectivamente son fotos que hablan.
Un saludo

pacobailacoach.blogspot.com

Nydia Bonetti disse...

Os velhos bancos contam histórias... Lindos: texto e foto.
Boa Páscoa, Victor, Pedro e Cia!

Chapa disse...

Gostei de passar por cá.

Sonia Schmorantz disse...

Que tenhas uma nova semana muito feliz e obrigado por tuas visitas.
Um abraço

Vicky disse...

Bellas letras, hermosas imágenes...
Felicitaciones por tu blog...
fue un placer haber venido, y te seguiré...
Caricias para tu alma.

Anónimo disse...

Meu caro Vitor, há quanto tempo?!!!
Permite que comente aqui e não nos posts anteriores. Faz todo o sentido para o que te quero dizer:
Encontrei gente, finalmente (!)
Os teus textos sublinham a solidão duma forma absoluta e ao mesmo tempo o embrião da tua própria existência. Gosto bastante do que escreves, e as fotos são também magníficas. O problema é que eu preciso de pessoas para respirar.
Estou muito feliz por te ter reencontrado.
Um abraço daqueles...
João

日月神教-任我行 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛