quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Hoje senti a falta dos teus versos


Hoje senti a falta dos teus versos,
de corrigir as palavras que eram tuas,
de transformar os teus amores.
Hoje senti a falta
do azul das tuas flores.

Senti que me faltavam as rimas,
que me faltavam as sílabas tónicas,
que as vírgulas se retiravam do papel,
para se encontrarem nas entrelinhas
com os pontos de final.

As exclamações ficaram no final de cada frase,
envolvidas com as interrogações.
Dos verbos só saíram adjectivos.

Tentei as reticências,
mas apenas saíam pontos obtusos.

Os sonetos perderam a métrica,
transformaram-se em quadras soltas.
Rasgaram-se as estrofes acorrentadas,
entre as linhas de um poema adiado,
nas folhas rasgadas e atiradas ao vento,
que as arrojava por todo o lado.


Abro o jornal,
enquanto o ruído das janelas,
derruba as cortinas entre o lamento das ruas,
para encontrar outras palavras,

que não tenham letras tuas.


Texto: Victor Gil
Fotografia: Pedro Gil

38 comentários:

maria disse...

Lindo...lindo, sem mais palavras.
bj
maria

angela disse...

Bonita a forma que "chora" a ausência de seu amor, nafalta dos versos, das palavras, pontos, virgulas, etc. Criativo.
abraços

i am... disse...

Precioso poema que ahoga el nudo formado en mi garganta.

Besos

RosanAzul disse...

Olá querido Gil, Bom Dia!
Somente os olhos puros do amor conseguem ver perfeição até nas imperfeições, transformando-as em linda inspiração... Parabéns pelo teu belo poema! Beijos Luz, Ro

Branca disse...

Tudo perde a graça com a ausência do amor...

Bjo.

CANTACLARO disse...

Víctor,

¡qué bella queja!

Sentí la falta de tus versos...
sentí la falta del azul de tus flores...

Fuerte abrazo querido poeta,

Ana Lucía

.

Mª Angeles y Jose disse...

bonitas palabras y una imagen que habla sola.

Saludos.

Regina Fernandes disse...

Olá Victor
"Hoje senti falta dos teus versos" e ao chegar aqui encontro esse belíssimo poema da ausência. Maravilha!

Bjs
Lindo dia.

Nydia Bonetti disse...

Que bonito, Victor. Mesmo nas ausências (ou por causa delas?) o poema se faz... Gostei demais. Beijos.

jose rasero b. disse...

Obrigado, por tu visita
Bello blog
Saludos

BAR DO BARDO disse...

Lamento amoroso para receber o silêncio pasmado de quem lê...

Dan disse...

Oi Pedro, Oi Victor,


Tem um prêmio para vocês no meu blog, passem lá.

Abraços

RosanAzul disse...

Olá Gil!!
Passando para reler teus versos e te desejar uma boa semana!
Meu carinho, beijo azul! Ro

Vieira Calado disse...

Muito bem arquitectado e bonito, este poema.

Um abraço

Sandra Rocha disse...

Está fantástica a imagem com boa profundidade.
Belo texto a acompanhar.
Beijos.

José Carlos Brandão disse...

Saudade.
Silêncio.
Ausência da rosa, das imagens, da poesia do amor.
Dor.

Um grande abraço.

Regina Fernandes disse...

Olá Victor

Passando hoje, pela segunda vez nesta postagem, só para desejar a você um feliz aniversário!

Parabéns amigo!
Muita saúde, paz e alegrias.

Bjs
Regina
23/08/2009

Anónimo disse...

Gil, o prazer de sonhar só não é maior do que o prazer de poder realizá-los! Que todos os teus sonhos se realizem! Não só hoje nesta data tão especial mas que teus dias sejam sempre de muita paz, luz e amor! Feliz Aniversário e parabéns por ser essa pessoa tão querida e especial! Receba um forte abraço e um beijo azul da Ro! 23/08/09

angela disse...

Victor
Tem um selo para seu blog no meu, venha busca-lo.
abreços

João de Sousa Teixeira disse...

Em poesia, as palavras são os Mega Hertz
da alma, mas ela é, sobretudo, um estado de
alma. Sem palavras.

Um abraço
João

Chris disse...

Esta coisa da falta, da saudade...
bonito o que li por aqui.
Abraço
Chris

azul disse...

Sera posible que no siendo mi idioma ...me gusté tanto lo escrito...supongo que como siempre es importante lo que se dice ...

Una maravilla de verso ...buscando las palabras con el sonido de las calles y las paginas del periódico...

uN SALUDO

Efigênia Coutinho disse...

Hoje senti a falta dos teus versos,
de corrigir as palavras que eram tuas,
de transformar os teus amores.
Hoje senti a falta
do azul das tuas flores.

MUITO LINDO LER TEUS VERSOS, PARABÉNS,
Efigênia Coutinho

Sônia Brandão disse...

Victor,
foi um grande prazer ler os teus versos tão emotivos, embalados nas ondas da saudade.
Beijo.

Lídia Borges disse...

"Hoje senti a falta
do azul das tuas flores."

Sublime!


Obrigada.

Princesa disse...

Oi o meu vizinho por aqui
obrigada pela visita e pelo carinho

"Sê feliz
de alma e coração.
Não deixes
que as pequenas nuvens
turvem o céu da tua vida.
Sopra-os de mansinho,
para que o teu céu
seja sempre azul
de felicidade."

um beijinho

RosanAzul disse...

Oi querido, tem um selinho pra ti no meu blog! Se for do teu agrado, leva tbem para O Abril!!Beijo, Ro

Dalinha Catunda disse...

Olá Gil,

Que bom passar por aqui e deparar-me com mais uma de suas belas criações.
Um abraço carinhoso,
Dalinha

cristinasiqueira disse...

Oi Victor ,
Te segui atraida por este verso

AUTO-DE-FÉ

Depois da queimada
o negro do nada
o frio
do estio.

Lindo!e ai me rendi a leitura hipnótica de teus poemas.

Com admiração,

Cris

Venha me visitar
www.cristinasiqueira.blogspot.com

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...flases
de
vida
hechas
imagen
en
tus
iris
victor
con
llamas
de
luz
llenas
del
tierno
momento
al
poseer
tus
palabras
unidas
a
ellas
con
gran
talento
dentro...



desde mis--- horas rotas---

te sigo victor , comparto

tu bello blog con un fuerte

abrazo de imagenes.



afectuosamente :

victor

jose
ramon...

Picareta disse...

Gil & Gil,

Belo, bellissímo.
Este Blog foi-me recomendado pelo nosso amigo comum - José Serôdio.
Não sei o que admirar mais : se a profundidade dos poemas, se a sensibilidade das fotos.
Também edito, diariamente, dois blogs que podem ter algum interesse para vós :
O Sapoência www.bocasfoleiras.blogs.sapo.pt
dedicado à Cultura (onde também tenho publicado alguma poesia - não da minha autoria porque, como poeta, sou um desastre), e o vaisaonde.blogs.sapo.pt, dedicado ao Humor.

Um abraço, e votos de boa continuação de Inspiração.

Oliveira

Fernando Rodrigues disse...

Um trabalho magnifico, abraço!

maria disse...

Quando as palavras se soltam das correntes pré-definidas das regras da Língua... e assumem gritos de liberdade... surgem textos tão belos quanto os teus

Fica o meu carinho

elisa...lichazul disse...

pedro

abrir el diario y encontrar noticias buenas , sea quizá el sueño que falta y que nunca llega,porque la realidad a veces se ensaña como una fiera con los verbos y con los sustantivos y de paso con los afectos que llevamos en nuestro alma.



muchas gracias por dejar tu huella en mi espacio

ten un precioso fin de semana!!!
besitos de luz

Silvana Nunes .'. disse...

Lindo poema.
Saudações Florestais !

cristal de uma mulher disse...

Bela literatura digna de um homem sabio como voce que entende o que a alma fala.Parabéns e deijo um beijo de luz para ti e tem um premio para teu blog em meu blog.

Renata de Aragão Lopes disse...

MARAVILHOSO!

日月神教-任我行 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,ut聊天室,情色遊戲,情色a片,情色網