sexta-feira, 26 de março de 2010

Quantas Palavras


Quantas palavras preciso
para dizer tudo o que penso.
Quantas estrelas se dissolvem,
quantos rios esgotam águas,
quantas frases vacilantes
nos olhos que choram mágoas.

Quem tombará nos abismos
das ruas que agora piso.
Quem ficará preso às pedras,
quantos chegarão ao fundo,
quantos são amordaçados
nas nações livres do mundo.

Quantas quilhas vão romper
as águas fundas dos mares.
Quantos barcos vão ao fundo,
quantos sofrem abordagens.
quantos encalham na areia
dos baixios destas margens.

Quando irão romper no chão
somente roseiras bravas.
Quantos botões vão abrir,
quantas rosas são cortadas,
quantos braços vão crescer
com as folhas mutiladas.

Porque só nos aparecem
os deuses do apocalipse.
Quantos cultos professamos,
qual tem a voz da razão,
porque no eco dos templos
se apela à destruição.

Quantos homens vão morrer
até ser justa a verdade.
Quantos sonhos toleramos,
quantas mentiras nos ditam,
quantos perdem o sorriso
nas mãos de quem acreditam.

Qual o caminho a seguir
neste turbilhão andante.
Qual é a pátria da gente,
quais as lutas verdadeiras,
quantos mais irão tombar
nas batalhas derradeiras.

Nas cartas universais,
quem vai marcar as fronteiras?

Texto: Victor Gil
Fotografia: Pedro Gil

38 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido Victor
Maravilhoso poema, como sempre...magia nas tuas palavras.

Quantas palavras preciso
para dizer tudo o que penso.
Quantas estrelas se dissolvem,
quantos rios esgotam águas,
quantas frases vacilantes
nos olhos que choram mágoas.


Lindo

Beijinhos
Sonhadora

Andradarte disse...

Poema muito bonito e actual...
Li e reli...com prazer.
Abraço

Layne disse...

Quantos questionamentos serão necessários até que os homens entendam o verdadeiro significado de "ser humano" para superarem a si mesmos em favor de sua evolução; quantos questionamentos serão ainda necessários até que entendamos que o mundo precisa, além de união e paz, verdade ... e amor! Belíssima reflexão/questionamento em forma de poema, amigo! Adorei! Abraços, um lindo final de semana pra vc e fique com Deus!!!

Vito Coppola disse...

Interesting ...

Vito

Belkis disse...

Hace falta mucha fortaleza para no perecer en la batalla de la vida. Paciencia, sabiduría e inteligencia también aportan su cuota. Un canto desgarrador de desesperanza son tus letras en este día.
Me alegra pasar por aquí y ver tus letras, ya me preocupaba tu ausencia.
Un cariñoso saludo Víctor

Mai disse...

Sempre temos mais perguntas que respostas.
Belo poema!

Juntas pero no revueltas. disse...

Demasiadas preguntas y siento no tener las respuestas... Quizás como ese edificio intentemos llegar al cielo, o desde lo alto ver lo pequeños que somos y la importancia que nos damos.
Me alegra encontrarte, un abrazo, Alondra.

AVOGI disse...

Bonitas palavra . belo poema.

Tais Luso disse...

'Qual o caminho a seguir
neste turbilhão andante.
Qual é a pátria da gente,
quais as lutas verdadeiras,
quantos mais irão tombar
nas batalhas derradeiras.'

Lindo, marcante e forte: nossa realidade, amigo Gil.
bjs.

ruimnm disse...

Mais um conjunto excelente.

Mª Angeles y Jose disse...

Precioso poema...me gusta mucho.

Besos

Chá das Cinco disse...

Poema feito por um homem com espirito de menino e a sensibilidade dos sábios.
Gemária Sampaio

RosanAzul disse...

Creio eu, que são aqueles
que com amor carregam suas bandeiras,
arrastando consigo a paz
derrubando barreiras...

Lindo e muito expressivo teu poema meu querido.
Palavras de mestre!!
Uma semana toda iluminada pra ti Gil!
Beijo azul!
RO

Ray Gonçalves Mélo disse...

Olá Victor Gil.
Muito bonita e bem feita poesia.
Voce sabe fazer lindas poesias , já tinha lido algumas, quando estive aqui .
Parabéns!
Ray

Dalinha Catunda disse...

Lindo Gil, você mostra lindamente seu descontentamento.
Parabéns pelo poema,
Bjs,
Dalinha

EDUARDO POISL disse...

O que posso desejar para você?

Que as verdadeiras amizades continuem eternas
e tenham sempre um lugar especial em nossos corações.
Que as lágrimas sejam poucas, e logo superadas.
Que as alegrias estejam sempre presentes
e sejam festejadas por todos.
Que o carinho esteja presente em um simples olá,
ou em qualquer outra frase, ou digitada rapidamente.
Que os corações estejam sempre abertos para novas amizades,
novos amores, novas conquistas.
Que Deus, esteja sempre com sua mão estendida,
apontando o caminho correto.
Que as coisas pequenas como a inveja ou o desamor,
sejam retiradas de nossa vida.
Que aquele que necessite ajuda encontre
sempre em nós uma animadora palavra amiga.
Que a verdade sempre esteja acima de tudo.
Que o perdão e a compreensão superem as amarguras e as desavenças.
Que este nosso pequeno mundo virtual seja cada vez mais humano.
Que tudo o que sonhamos se transforme em realidade.
Que o Amor pelo próximo seja nossa meta absoluta.
Que nossa jornada de hoje esteja repleta de flores.

Feliz Páscoa

Um abraço do amigo Eduardo Poisl

Hellag disse...

uma foto de assombro, umas palavras incríveis! :)

Nydia Bonetti disse...

Que beleza de poema, Victor! Um hino à vida. Gostei imensamente. Dos mais bonitos que ja li dos teus. Beijo!

Belkis disse...

Te dejo un cariñoso saludo y te deseo una muy buena semana Víctor.
Besitos

Chris disse...

Muito interessante esta perspectiva!
Bonito poema!

FERNANDINHA & POEMAS disse...

CÉUS VICTOR QUE LINDO POEMA... O MEU CORAÇÃO TREMEU... PERANTE TANTA BELEZA... ADOREI A FOTO... LINDA...!
ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Sônia Brandão disse...

No turbilhão da vida temos sempre mais perguntas do que respostas.

Belo poema e bela foto.

bjs

Nathi disse...

Eu amooooo esse espaço! *-*

rouxinol de Bernardim disse...

Meu caro:

Tiro o meu humilde chapéu!

digna de antologia!

Um expoente!

maria disse...

"...quantos são amordaçados
nas nações livres do mundo..."

Que monumento de palavras...
Forte e belo...

Fica bem

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela fotografia...belo poema...Espectacular....
Um abraço

Regina Fernandes disse...

Victor querido amigo, saudades!

Quantas perguntas permanecem no vazio que ocupa nossa existência...

Amei!
Bjs

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

Palavras sensatas e certeiras, todas! Parabéns!

Tem um Selinho especial pra vc lá no meu blog, passa lá pegar...

beijos amigo!

Márcia

Renan disse...

Victor,

Que bom encontrar seu blog! Fiquei muito feliz em ler tuas reflexões, que tanto me são concordantes. Parabéns e gracias!

Te convido a visitar meu esconderijo de idéias, onde guardo alguns dos meus poemas:
http://arapsodia.blogspot.com

Abraço!

- Renan

Paula disse...

Maravilhosas as palavras e fotos de grande sensibilidade...

Parabéns.

Princesa disse...

Olá boa tarde meu bom amigo e visinho
primeiro agradeço a sua visita e depois o venho informar o meu filho esteve cá 15 dias de ferias quando chegou ao mexico apanhou um avião e veio nos visitar e depois foi apanhar a caravela novamente em San Diego e agora lá vai já navegando e so volta dia 23 de Dezembro é muito mas é a vida que ele escolheu e que adora.
um beijo e tudo de bom lhe desejo

Princesa disse...

Se te derem mil motivos para chorar,
Mostre a eles que você têm mil e um motivos para sorrir!
Tudo na vida têm os dois lados da moeda.
Um dia choramos ... Outro dia sorrimos!
Um dia perdemos ... Outro dia ganhamos!
Mas pelo menos viva aquele momento!
Ou fique apenas observando a vida passar!

Um bom dia para si
beijinhos
O tempo não para, a escolha é sua!

Dalinha Catunda disse...

Olá Victor Gil,

A saudade me apertou
Deste amigo que não vejo,
Nunca mais me visitou
Mas hoje deu-me desejo
Devir aqui, meu amigo!
Visitar o teu abrigo,
E também deixar meu beijo.

Com Carinho,
Dalinha

FERNANDINHA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO GIL, VOLTEI PARA AGRADECER SEMPRE O TEU APOIO... ADORO-TE AMIGO... BEIJINHOS DE CARINHO,
FERNANDINHA

Gaspar de Jesus disse...

GIL&GIL uma excelente Parceria!
Gosto muito
Parabéns a ambos.
G.J.

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

Esse poema é pra ser lido muitas e muitas vezes...
Sensacional!!

beijos querido amigo!

armalu disse...

Amigo acabei de chegar atraves de outro blog, vim conhecer-te e estou amando.
Claro que adoro poesia embora não seja poetisa, nem no sonho. adoro ler quem a escreve com mestria, com tu e alguns mais, para ti o meu abraço, acredita vou voltar.
Me fez muito bem.

pqueirozribeiro disse...

Gostei da composição fotográfica.