quarta-feira, 28 de julho de 2010

Noite de Bruxas




Pisava pedras soltas, que brotavam,
a cada passo meu, na caminhada.
As mãos vazias, nadas que sangravam,
grotescos ritos nus na madrugada.

Bailavam vultos, clarões bruxuleantes,
rompem na noite as chamas da fogueira.
Os gritos, os uivos, gemidos dos amantes,
amando como se a vez fosse a primeira.

Voam morcegos sobre as árvores assombradas,
dançam à Lua, mariposas feiticeiras.
Andam as bruxas nos cruzeiros das estradas,
esvoaçam medos nos ramos das azinheiras.

Entre as silvas do caminho, saltam os sapos,
ouvem-se os mochos e as corujas a piar.
Grilam os grilos, ralam ralos, miam gatos,
uivam os cães e os lobos ao luar.

Noite das bruxas, meretrizes agoirentas,
ventres despidos, soltam brados na calada.
Rodando o corpo, em sinuosas danças lentas,
burlescos cultos nus na madrugada.


Texto: Victor Gil
Fotografia: Pedro Gil 

36 comentários:

José Carlos Brandão disse...

Que foto, Pedro Gil.
Gostei também do poema, fluente, um ritmo gostoso, bem sugestivo. O tema é interessante.
Um grande abraço.

João de Sousa Teixeira disse...

Enfim, voltaste!
Um pouco "endiabrado", mas voltaste e isso é que é preciso.

Abraço
João

Mª Angeles y Jose disse...

El personaje de la fotografia da miedo....fantastica.

Besos

LOURO disse...

Olá Pedro!

Linda postagem...Belo casamento, a foto e um poema sublime..!Gostei!!!

Abraço,
Lourenço

Sônia Brandão disse...

A foto ficou perfeita para ilustrar as fortes imagens do poema.

Um abraço.

RosanAzul disse...

Querido Gil, essa parceria sempre dando excelentes resultados! parabéns aos dois! Um grande abraço e o meu carinho!
RO

Mariana disse...

Para uma segunda-feira, esta imagem é assustadora,mas é uma bela arte.
O poema é bem intenso e inteligente.
Boa semana para ti, q este mês seja produtivo.

Ana Martins disse...

Boa noite Gil,
um poema muito denso, bem ritmado e melodioso, gostei!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Elaine Barnes disse...

No crejo em brujas,pero que las ay,las ay.(Não sei escrever)
Amei o pio da coruja.
Belo poema de ritual e foto bem forte.Obrigada pelo carinho amigo. Montão de bjs e abraços

Dalinha Catunda disse...

Olá Victor,
Já estava com saudades e fiquei feliz com sua volta aos comentários.
Imagem forte e poema belissimo não fugindo a linha do que você sempre posta,
Carinhosamente,
Dalinha

Gordinha disse...

As magias das bruxas, na magia de uma poesia, belo encontro!

Abraços!
=D

Lídia Borges disse...

Na Idade Média acreditava-se que as gárgulas eram os guardiões das catedrais e que durante a noite, ganhavam vida. Claro está que, com estas formas medonhas ninguém se permitia a audácia de um passeio ao luar...

Muito boa a fotografia!

Cumprimentos

L.B.

Sonhadora disse...

Meu querido
Já estava com saudades dos teus comentários.
Mais um belo poema.

Pisava pedras soltas, que brotavam,
a cada passo meu, na caminhada.
As mãos vazias, nadas que sangravam,
grotescos ritos nus na madrugada.

Adorei.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

sandrinha disse...

Amigo hoje vim conhecer o seu espaço e te convidar para uma pequena homenagem que fiz para a nossa poetisa Layne!é niver dela hoje!Abraço!

Jorge C. Reis disse...

Brilhante !!!

Elaine Barnes disse...

Já estou melhor amigo voltei aos blogs também.
Ontem postei no blodggirls
http://meninasdoblog6.blogspot.com/
Montão de bjs e abraços

rouxinol de Bernardim disse...

Imagem bem escolhido para cenário perturbador..

Bruxas?! Talvez haja na nossa imaginação...

Dan disse...

Oi Victor,

Mais uma beleza a nos contemplar pela noite dos gritos e vampiros, lobisomes, dos homes, maldade no ar e esperança no coração...

Abraços

Dalinha Catunda disse...

Olá amigo,
Passei para deixar meu abraço e meu carinho,
Beijos,
Dalinha

Márcia Cristina Lio Magalhães disse...

Querido Gil, te respondi lá no blog da Rô...ehehehehehe.

E esse poema, fiquei meio sem fôlego ao lê-lo, deu medo, feitiços...ai, ai, ai...

Adorei, verso intrigante!
E a imagem que tu postou, affff.

nydia bonetti disse...

Também ando perguiçosa, Gil. :) Mas este poema, que força! E que imagem! Bom "rever" vocês. Beijos, boa semana.

Jacque disse...

Interessante texto, Gil... E fotos...
Muito obrigada pela presença em 09 de outubro... AMOR REVOLUCIONARIO...

Bom domingo !

pqueirozribeiro disse...

Foto e texto muito bons. Parabéns!

Cris. disse...

Belo poesia, fascinante o modo como lemos e somos totalmente envolvidos nos mistérios sombrios da noite das bruxas.

Graça Pereira disse...

A foto está belissima e os versos são de um autêntico Halloween português..Gostei!
beijo
Graça

Princesa disse...

Abençoados os que possuem amigos,
os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede,
não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!
Agradeço por sua amizade!
Beijos

Jacque disse...

Eu estou oferecendo meu cartãozinho de Natal, no meu Blog AGUA DE ROSAS, apareça...
http://aguaderosas-jacque.blogspot.com/

elisa...lichazul disse...

Víctor hoy paso dejando un precioso abrazo llenito de luz y energía con mucho amoruniverso, que estas fiestas sean todo armonía y paz

Besitos y Felicidades hoy y siempre!!

Princesa disse...

Boa noite amigo aqui lhe envio o endereço de um blogue do comandante da sagres para ver o que se passou eles apanharam um grande susto mesmo agora na recta final mas Deus os irá ajudar, o marinheiro que aparece logo na primeira imafem embora não se veja a cara é meu filho o que está mesmo em primeiro plano.

http://ww1.rtp.pt/icmblogs/rtp/sagres/#

Obrigado pelo apoio e lhe desejo um santo natal na companhia de toda a familia
Beijinho

Princesa disse...

É com muito amor e carinho,
Que venho através desta pequena mensagem , desejar que tenhas um NATAL MARAVILHOSO!!

Que no seu lar, Reine a paz,o amor,e a união!!

Que seja um natal de muitas alegrias,
E que o Menino Jesus...

Abençoe você e toda sua família.

E que todos tenham um Ótimo Natal e um Ano Novo muito melhor!!

Princesa disse...

Mais um ano se passa
e juntos podemos comemorar a virada de um novo tempo,


de encher nossos corações de esperanças,
de dizer adeus ano velho, feliz ano novo


E mesmo com todos os obstáculos que a vida nos prepara, conseguimos superar as barreiras e passar para este outro ano que com certeza será melhor.

Desejo que esse ano seja um ano de realizações, que você consiga atingir todas as suas metas e que seja um ano de muita paz, saúde e alegria.
beijinhos

AFRICA EM POESIA disse...

Vitor
Venho desejar um ano Novo cheio de coisas boas em que a saúde seja o prato principal
Demos as mãos e o caminho será mais fácil
Feliz ano de 2011

beijos

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Bruxas e bruchedos dançam
sobre as campas dos defuntos
velhos sopros de indignação
velhacas tapeçarias de memórias
que se perdem nos lenços das memórias
e acordam encantos adormecidos,
nas farpas dos dogmas adúlteros,
nos eclipses dos remorsos,
e vagueiam, solitários,
por entre os carnavais do medo.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 28/01/2011

tossan® disse...

Fico dividido entre a poesia e a foto...Pensando bem fico com o poema magnífico! Abraço

Sónia Carvalho disse...

Espectacular...

poetaeusou . . . disse...

*
cada palavra.
é uma ponte,
do pensamente,
,
parabensm
,
saudações,
ficam
*